HISTÓRIAS DA PEQUENA ÁFRICA - Hospital Nossa Senhora da Saúde (Hospital da Gamboa)

September 10, 2014

Construído no alto do pequeno morro da Gamboa, o hospital Nossa Senhora da Saúde e a igreja em estilo neogótico, erguida ao seu lado, destacam-se na paisagem cais do porto.
A história do hospital tem início por volta de 1840, quando Dr. Antônio José Peixoto alugou antiga chácara ali existente e instalou uma casa de saúde. A partir daí , o Dr. Peixoto passou a oferecer atendimento médico e cirúrgico para viajantes marítimos, mantendo inclusive uma enfermaria para escravos. A epidemia de febre amarela, ocorrida em 1853, levou a Santa Casa da Misericórdia a comprar a casa de saúde para servir de hospital de emergência. A escolha não foi por acaso. A junta Central de Higiene Pública levou em conta as vantagens oferecidas pelo local: altitude do sítio, isolamento do resto da cidade, exposição aos ventos da baía de Guanabara, vegetação abundante. 
Devido à forte incidência de outras epidemias que assolavam a cidade, ainda nos anos 1850 prédio se expandiu com a construção de mais quatro enfermarias .O prédio foi adquirido pela Santa Casa da Misericórdia do RJ em 02 de julho de 1853 para reforçar o combate à epidemia de febre amarela que assolava a cidade na ocasião. Para que o hospital funcionasse inicialmente com 30 leitos, três quartos e uma pequena farmácia foi fundamental a participação de religiosas da ordem de São Vicente de Paulo, através de convênio firmado em Paris pelo então provedor da Santa Casa do RJ, José Clemente Pereira. As epidemias continuaram de tal maneira assolando o Rio que, em 1877, a direção do hospital foi obrigada a construir uma ponte para o embarque dos mortos, por via marítima diretamente para o Cemitério do Caju.
Em 1890, foi concluída a construção da capela ao lado do hospital, que passava então por um período de franca expansão em seus serviços. Essa fase empreendedora perdurou até os anos 30, quando começou a decadência, correndo o risco de ser demolido, tamanho era o estado de abandono em que se encontrava.
Felizmente o hospital da Gamboa conseguiu reergue-se e em 1986 suas instalações foram tombadas pelo patrimônio histórico.
No mesmo local, fazendo parte do conjunto, existe a capela de Santo Cristo dos Milagres inaugurada em 1890. Hoje o hospital da Gamboa encontra-se revitalizado em pleno funcionamento e dentro de um contexto urbanístico que contempla a recuperação da região do porto de nossa cidade.

Referências:
www.hospitaldagamboa.com.br
www.caisrioturistico.blogspot.com.br
SOARES, Carlos Eugênio Líbano. A Pequena África: Um portal do Atlântico. 1ª edição, CEAP, Rio de Janeiro, 2011

Please reload

Destaque

Lançamento On Line Novo Single "É Noix"

February 21, 2016

1/10
Please reload

Recentes

October 28, 2014

Please reload

Tags
Please reload

Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • SoundCloud Basic Square